20 setembro 2017

[Sessão Pipoca] A Garota no Trem


A Garota no Trem
The Girl on the Train (original)

Direção: Tate Taylor
Gênero: Suspense
Ano: 2016

Elenco: Emily Blunt, Rebecca Ferguson, Haley Bennett, Luke Evans, Justin Theroux...


SinopseRachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.




Baseado no livro de Paula Hawkins, “A garota no trem” retrata a história e as lembranças de Rachel (Emily Blunt), que durante seu translado, entre duas cidades, fica obsessivamente vigiando um casal de uma casa que fica à margem da linha férrea.

Rachel vive a dor de uma separação que não consegue superar, e passa a analisar o comportamento desse casal, que insistentemente observa todos os dias. Ela nota algo diferente, que para ela é aterrador, em mais um dia de observação. Só que descobre, após isso, que a garota havia desaparecido.



17 setembro 2017

[Resenha] Tim


TIM
Autora: Colleen McCullough
Editora: Circulo do Livro
Ano: 1974
Páginas: 255
Skoob


Sinopse: Tim, um rapaz lindo de 25 anos, que trabalha na construção civil, uma mulher mais velha que pensava que estava votada á solidão. A historia é passada na Austrália, Tim com um ligeiro atraso mental, que faz de si um homem sensível, conquista o leitor e a “mulher mais velha”. Neste livro existe um amor que não conhece limites. Uma historia simples no seu argumento, mulher, homem e amor. Mas recomendo vivamente este livro, pois é um livro que se le todo de uma vez e que nos faz pensar sobre a vida e o amor




Olá!!

Hoje é dia da resenha do Desafio Cultura e o tema da vez é um livro em que o título contém o nome do protagonista. Minha escolha foi pela obra de Collen McCullough: Tim.

O livro conta a história de Tim, um jovem bastante especial e de uma beleza extraordinária, além de um físico perfeito. Porém, Tim sofre de um pequeno retardamento mental e com 25 anos, pode ser comparado a um garoto com menos idade.



Tim irá viver um amor nada convencional com a quarentona Mary Horton, que apesar de ser bem vivida e sucedida profissionalmente, é uma pessoa bastante solitária.

Apesar das dificuldades, os  pais de Tim sempre fizeram questão que o rapaz levasse uma vida normal e tivesse uma profissão, com isso ele faz pequenos bicos como jardineiro. e é em um desses serviços que ele conhece Mary.

13 setembro 2017

[Especial Literário] Edições Caprichadas




Olá, pessoal!


É sempre um prazer poder falar novamente com todos os amigos do Conduta Literária, trocar idéias e impressões sobre nossa percepção acerca da literatura e das mais diversas obras.

O cerne de cada livro diz respeito à sua mensagem, à idéia central a ser transmitida; no entanto são muitos os fatores, subjetivos e peculiares, que movem cada um de nós a escolher um determinado exemplar, de uma determinada editora.

Assim, além da história apresentada, nos enchem os olhos também o material utilizado para compor o livro, a arte desenvolvida para a capa, se esta é dura ou flexível, gravuras no interior, folhas coloridas, fonte diferenciada, se com ele vem um estojo para acondicionar (box), ou tantos outros fatores influenciadores na compra.

10 setembro 2017

[Resenha] A Hora da Estrela


A HORA DA ESTRELA
Autora: Clarice Lispector
Editora: Rocco
Ano: 2008
Páginas: 88
Skoob


Sinopse
A história da nordestina Macabéa é contada passo a passo por seu autor, o escritor Rodrigo S.M. (um alter-ego de Clarice Lispector), de um modo que os leitores acompanhem o seu processo de criação. À medida que mostra esta alagoana, órfã de pai e mãe, criada por uma tia, desprovida de qualquer encanto, incapaz de comunicar-se com os outros, ele conhece um pouco mais sua própria identidade. A descrição do dia-a-dia de Macabéa na cidade do Rio de Janeiro como datilógrafa, o namoro com Olímpico de Jesus, seu relacionamento com o patrão e com a colega Glória e o encontro final com a cartomante estão sempre acompanhados por convites constantes ao leitor para ver com o autor de que matéria é feita a vida de um ser humano.





Olá!!!

A resenha de hoje é do Desafio Cultura do qual participo. O tema da vez seria um livro lançado no ano em que nasci, por isso escolhi A Hora da Estrela, de Clarice Lispector.

O livro foi escrito por Clarice em um momento que ela enfrentava um câncer e foi concluído um pouco antes de sua morte. Curiosamente, diferente da maioria de suas outras obras,  aqui teremos um narrador masculino, Rodrigo S. M. 


"Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever, eu morreria simbolicamente todos os dias.”


A história a ser contada é da nordestina Macabéa, uma mulher um tanto feia e alienada, que se muda para o Rio de Janeiro após a perda de sua tia e ela se encontra à própria sorte.



08 setembro 2017

[Resenha] Pó de Lua


PÓ DE LUA
Autora: Clarice Freire
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Páginas: 192
Skoob


SinopseEm 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como 'Pó de Lua', sua receita infalível 'para tirar a gravidade das coisas'. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Entre eles, estão personalidades como a atriz Grazi Massafera e a apresentadora Ticiane Pinheiro. Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua - minguante, nova, crescente e cheia - ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.




Como posso definir esse livro da Clarice Freire: Simplesmente lindo!


Amei desde a capa, as folhas, as ilustrações. Tudo!



A autora, Clarice Freire, é publicitária e começou escrevendo seus versos no Facebook, na página Pó de Lua.

Em 192 páginas, Pó de Lua é repleto de pensamentos e ilustrações que nos encantam. Mergulhamos no mundo de Clarice e a identificação com esse mundo logo aparece.

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo