18 outubro 2018

[Resenha] Suicidas

SUICIDAS

Autor: Raphael Montes | Ano: 2017 | Páginas: 432
Editora: Companhia das Letras | Skoob


Olá!

Hoje trago a resenha de Suicidas, de Raphael Montes. Sou muito fã do autor e esse foi mais um livro dele do qual gostei muito.

A história traz um grupo de jovens da elite carioca que se reuniu para uma roleta-russa com suas próprias regras. E, um ano após a tragédia, ainda pergunta-se o que os levou a tal ato?

No local foi encontrado um caderno de anotações feito por Alessandro, um dos suicidas, que em tempo real registrou tudo que ocorreu naquela noite. Agora cabe a investigadora Diana esclarecer os fatos.

Munida desse caderno, ela reúne as mães dos jovens em busca de algumas respostas. Dessa forma, vamos acompanhar o que aconteceu no porão em que os corpos foram encontrados, a personalidade de cada um dos jovens, além de alguns segredos, até então desconhecidos.


“O álcool e as drogas deixam as máscaras caírem, os verdadeiros rostos se revelam diante de um público também despido de normas. Racionais, mas, antes de tudo, animais."




É dentro desse clima que vamos conhecer o lado mais obscuro de cada ser humano e é bastante perturbador. Algumas cenas são bastante fortes.

A narrativa é dividida em três tempos: um diário de Alê, um livro escrito pelo mesmo durante todo ato suicida e por último, a gravação após um ano do crime, com as mães dos nove garotos envolvidos.

Dessa forma, o leitor se vê envolvido desde as primeiras páginas e a sensação que dá é que nos é entregue fatos, que devem ser analisados para se chegar a uma conclusão. Mas o autor não nos dá nada de bandeja, o que deixa a trama mais instigante ainda.

Os personagens, cada um com sua personalidade, são como quebra cabeças da fatídica noite. E o que levaria, jovens com vidas aparentemente perfeitas, a um suicídio coletivo? 


"Espero sinceramente que você tenha se divertido até agora. É uma pena saber que este vai ser o único livro meu que vai poder ler. Não vou escrever outros. Ainda assim, espero que tenha cumprido meu objetivo. Agora vou pegar a arma e atirar na minha cabeça."



Raphael é ousado e isto é o que mais me atrai em suas obras. Ele não tem medo de chocar o leitor, não polpa detalhes. E claro, como sua característica, personagens reais, complexos, dilemas morais, entre outros, são elementos chaves em seus livros.

Por mais sinistra que possam parecer as histórias, elas tem um caráter muito realista e que poderiam acontecer em qualquer momento, com qualquer um.

Suicidas é uma leitura forte, que mostra a natureza humana no modo mais cru  possível, com  seus estereótipos e preconceitos. Então, vá preparado.

E o que dizer do final? Surpreendente! Pode ser que não vá agradar à todos, mas que vale muito a pena, vale.

E com essa edição da Companhia das Letras temos uma cereja do bolo!!! Com um capítulo adicional.

Super recomendo!!


8 comentários:

  1. Sou muito sensível para ler este tipo de livro:))

    Do nosso amigo Gil António, com: Palavras escritas no silêncio do coração

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta - Feira

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê
    Tenho curiosidade para ler este livro, mas ainda não li.
    Adorei a resenha. As fotos ficaram ótimas
    Vai pra lista
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oii Fernanda.
    Uma das coisas que me atraem nos livros do Raphael Montes é a capacidade que autor tem de criar personagens com dúbias personalidades. Eu quero muito fazer leitura dessas obras e talvez comece por esse livro.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  4. Ei, Fê! Tudo bem?

    Você acredita que eu não li nada do Raphael? Isso parte o meu coração, pois sou louca para ler alguma coisa do autor. Leio as resenhas e fico cada vez mais ansiosa para ter algum contato com o escritor. Sua resenha me empolgou muito, principalmente ao comentar toda a questão das personalidades, da realidade dos personagens, e como o Raphael consegue levar bem a história.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?

    Por tudo que vejo, conclui que o Raphael é um autor maravilhoso, mas não consigo ler suas obras. O fato dele não poupar detalhes e expor tudo é o que me faz não lê-lo. Mas sua resenha ficou ótima e consegui perceber o quanto você gostou da história.

    Beijos,
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  6. Ele é um autor e tanto eu concordo! Não poupa mesmo!
    Esse livro eu ainda nem folheei, mas me parece seguir a qualidade dos anteriores :) e tem um tema bem tenso tb! Que loucura essa investigação

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Fê,

    Eu só li O Vilarejo do autor, mas diante dessa leitura concordo contigo, suas histórias realmente chocam e possuem um final surpreendente. Fico feliz de saber que este livro também é assim. Já está na minha lista. Adorei as fotos trevosas <3

    Bjokas da Elo!
    http://cronicasdeeloise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Fê! Eu sou doida para conhecer alguma história do autor, mas confesso que os temas que ele aborda me deixa um pouco receosa, principalmente porque sou sensível com essa coisa de gatilho e tal. Mas com certeza vou tentar ler em algum dia. A premissa de Suicidas é triste e chocante, mas muito interessante. Ótima resenha, me deixou com ainda mais vontade de ler as obras dele :)

    Beijos.
    http://abducaoliteraria.com.br

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo