18 outubro 2017

[Sessão Pipoca] O Homem nas Trevas


O HOMEM NAS TREVAS
Don't Breathe (original)

Direção: Fede Alvarez
Gênero: Terror / Suspense
Ano: 2016

Elenco: Stephen Lang, Jane Levy, Dylan Minnetti, Daniel Zovatto, Jane May Graves, John Donahue....

SinopseTrês adolescentes sempre escaparam de seus roubos, todos perfeitamente planejados. No entanto, quando realizam seu último crime, assaltando a casa de um senhor cego, o jogo muda. Encarcerados no local, eles precisam lutar por suas vidas contra um psicopata cheio de segredos e terrivelmente habilidoso.


Olá, pessoal!

Para dar continuidade aos nossos posts especiais do mês do terror, nada mais justo que nossa indicação de filme do mês seja dentro do gênero. E o escolhido é esse filme que mexe com nossos nervos!

Alguns amigos formam um grupo que pratica assaltos a residências, buscando, sempre, minimizar o risco de serem apanhados ao se dedicarem num minucioso planejamento e coleta de informações sobre a casa-alvo. 

Como ponto fundamental, para o êxito de suas ações criminosas, eles escolhem sempre invadir o imóvel quando estejam sem os moradores, mas surge uma tentadora oportunidade de roubarem uma quantia mais elevada, em espécie. 



A casa em questão é a de um velho senhor, recluso e cego, que na avaliação deles não lhes poderia oferecer risco algum, dado seu estado físico geral. Eles obtiveram a informação que o velho havia recebido uma gorda indenização, e guardava esse montante na própria casa; prato cheio para eles. 

Seria uma ação fácil e rápida, sem nenhuma perspectiva de erro, e cada um deles poderia arrumar a vida com a divisão do valor guardado na casa. Cada qual possuía suas razões e dramas pessoais para a prática delituosa, por isso achavam justificável roubar até de um velho cego. 


A entrada naquela habitação, um tanto peculiar, se dá de maneira bem tranquila. Acessam os cômodos e até mesmo o quarto do morador, onde o encontram dormindo. E é por conta desse excesso de confiança que as coisas passam a dar errado, pois, em virtude da cegueira, o velho desenvolveu exacerbadamente os outros sentidos e a sua percepção. 

A casa é o seu mundo! E cada peça, móvel, parede ou caminho é de seu total domínio, não lhe escapando nada à memória, que cumpre o papel da visão. Ele fará o que for preciso para preservar o seu dinheiro e outros segredos. 



O filme começa com aparente calma, diante de um cenário, a princípio, sob total controle. No entanto, ao despertar do velho cego a tensão toma conta de tudo; são fatos inesperados que têm origem nos dramas vividos por cada um dos lados: os assaltantes e velho. 

O roteiro nos coloca desses dois lados, refletindo sobre a moral de “o fim justifica os meios”, diante das necessidades materiais e afetivas. Não há como não analisar as condutas pela ótica de cada indivíduo. 

Recomendo muito o filme, principalmente para aqueles que gostam de se contorcer com a tensão das cenas de perigo, além do que, o desenvolvimento da trama surpreende, inevitavelmente.


Um comentário:

  1. Wow! Great read! I always love checking out your blog. Thanks for the share, keep up the posts.
    Scarlett

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo