16 junho 2017

[Resenha] David Copperfield


DAVID COPPERFIELD
Autor: Charles Dickens
Editora: Cosac Naify
Ano: 2014
Páginas: 1312
Skoob


Sinopse: Um dos pilares da literatura ocidental moderna, Charles Dickens é até hoje fonte de inspiração para muitos escritores. Seu gênio foi admirado por Tolstói, Marx, Joyce, Kafka, Henry James, Nabokov, Orwell, Cortázar, entre muitos outros. Semi-autobiográfico, David Copperfield foi publicado em forma de folhetim entre 1849 e 1850. O autor afirma, no prefácio ao livro, que, entre os inúmeros romances que publicou, este era seu filho predileto. A edição inclui textos críticos de Jerome H. Buckley, Sandra Guardini Vasconcelos e Virginia Woolf. Tradução de José Rubens Siqueira.




Entre minhas metas para esse ano estava a leitura de David Copperfield, de Charles Dickens. Como já tinha lido outras obras do autor e gostei e como ouço falar muito bem desta obra, não poderia deixar de conferir.

Nomeada pelo próprio autor como "seu filho predileto", a obra apesar de suas 1312 páginas, traz uma história tocante, completa e fluída. Com um protagonista que já nos envolve nas primeiras páginas, além de ser repleto de reviravoltas e sofrimentos, o que torna impossível não torcer por ele e ansiar mais por sua trajetória.

O livo conta a história de David Copperfield, desde sua infância até sua vida adulta. Com uma infância extremamente difícil, os anos de estudo, a juventude e tantos acontecimentos que permearam sua vida, além de David, acompanhamos também a de outros personagens que fizeram parte de sua jornada.






Por contar toda a história do personagem pode parecer uma leitura cansativa, mas não é. Claro que temos partes que ficam mais arrastadas para alguns não acostumados ao tipo de leitura, mas os acontecimentos são tantos, que fica difícil não se conectar a trama.


E as personagens, supostamente secundárias, roubam a cena também. Cada pedaço de suas vidas é retrata de forma muito interessante pelo autor, além de serem personagens muito realistas, do nosso dia-a-dia. A identificação com eles torna-se inevitável.

Aliás, um dos pontos altos nas obras do autor, são as personagens. Com personalidades bem definidas, que podem se encaixar em qualquer ser humano e isso as torna extremamente fascinantes, a proximidade com o real é forte demais.

David Copperfield é uma personagem ímpar, orfão de pai e criado por uma mãe inexperiente, logo cedo ele se viu obrigado a enfrentar o mundo por conta própria, desde a mais tenra indade, e isso mexe com as emoções, mas sua evolução moral é tamanha que não tem como não se apaixonar.






Vale ressaltar que o obra serve também, como uma denuncia a hipocrisia e a rigidez da época, onde a educação da criança era feita de modo por vezes brutal e exagerado, ou seja, um ser que precisava ser civilizado.


Muitos dizem e acreditam que o livro trata-se da própria vida de Charles Dickens, ou seja, muitas das situações retratadas ali são reais. Não sei afirmar se é verdade ou apenas uma hipótese, mas o romance, com certeza, é uma obra de arte e merece ser lido por todos.

A história já foi adaptada para a televisão diversas vezes, também possui uma adaptação de teatro de 2006 e um musical.


Recomendo!


6 comentários:

  1. Menina, só por você TER esse livro eu já te respeito muito. Agora, por ter lido, resenhado e recomendado você ganhou meu coração. Parabéns pela leitura de excelente qualidade e pelo bom gosto, rs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, o maior livro que li tinha 600 paginas e eu estava me achando. hahahaha
    Parabéns pela leitura e resenha.

    ResponderExcluir
  3. Olá, 1312 páginas??? Confesso que o livro maior que eu li tinha 700 páginas. Mais achei interessante a premissa.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu achei super interessante esse livro, e não sei porque, me fez lembrar da obra "A Invenção de Hugo Cabret". Me assustei um pouco com a quantidade de páginas (1312, oi?) rsrs, mas adoro um desafio, e pelo que vi na sua resenha, vale super a pena ler cada capítulo.

    Beijos

    Hellen Cristhi
    Cuca Literária

    ResponderExcluir
  5. Super interessante, eu ainda não conheia ele! Mas é bem grande hein! Fiquei surpresa!
    Mas bem, falando em livros..


    Queria também aproveitar pra te convidar pro sorteio de um ótimo livro de RPG de Game of Thrones! Se quiser participar basta clicar o link ali embaixo! ^^

    ► SORTEIO DO LIVRO ◄

    ResponderExcluir
  6. Ola Fê,
    Acho história desse livro fantástica, comprei esta edição e ela é realmente linda né?!
    Esta na minha estante, porém não li ainda por achar que acabaria sendo cansativa por ser muito longo.
    Mas como você disse que acaba não sendo, irei dar uma chance e colocar nas próximas leituras.

    Beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo