15 abril 2017

[Primeiras Impressões] Lacrymosa


Oiee

Quando vi que a Juliana Daglio precisava de pessoas para fazer as primeiras impressões de Lacrymosa, não pensei duas vezes, corri para mandar e-mail e me inscrever. Sempre quis ler algo da autora e essa era a oportunidade.

Vamos saber o que achei?




SINOPSE: O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha. Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.



"O mal não resiste a uma porta destrancada."

Com apenas 16 anos, nossa protagonista precisou abandonar os que amava para não causar mais sofrimento à eles. Ela carrega um segredo e é diferente da maioria das pessoas e isso pode ser prejudicial para os que estão ao seu redor. 

A partir daí, ela abandona toda sua identidade, passa a ser Valery Green e se torna detetive de uma cidade do interior. 

Ao atender o chamado, junto com seu parceiro Axel, seu passado volta à tona. E todo fantasma do passado volta para atormenta-la.

O caso trata-se de algo que Valery teme e sempre fugiu, ou seja, o mal está de volta, o diabo. Ao que parece, uma garotinha de apenas 7 anos, parece estar possuída e matou a própria mãe.


"O demônio senta e assiste, de camarote, os humanos destruírem a si mesmos. Ele nem ao menos precisa trabalhar muito."






Nessas poucas páginas já fui conquistada! O clima sombrio e misterioso dado a trama desperta toda curiosidade do leitor. Você quer saber  o que tem por trás do passado de Valery e o que vem depois, como sair de uma situação dessa, dá pra vencer o mal?

Pelo que percebi os capítulos serão narrados por Valery e um Padre, acho interessante ter dois pontos de vista, torna a leitura mais dinâmica.

Outra coisa que achei boa demais é que trata-se de uma obra única, não vamos ter que esperar uma continuação.


E claro, adoro livros com temas fortes e misteriosos.

Primeira experiência com a escrita da autora e já gostei. Não vejo a hora para o restante da história!

Curiosos?




PS: Essa capa do livro ainda é provisória!!!


Acompanhe a autora pelo Facebook



2 comentários:

  1. Uau!! Adoroo tramas assim, esse clima tenso e de mistério me instigam demais.
    Vou ficar de olho!

    ResponderExcluir
  2. Feeee!! Muito feliz que você gostou da história logo no começo! Não vejo a hora de poder dividir a trama na integra com você.
    Amei que você tenha participado! OBRIGADAAAAAAAA! <3

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo