[Resenha] O Homem que Odiava a Música

O HOMEM QUE ODIAVA A MÚSICA

Osni Oliveira | Editora Sinna | 220 páginas | 2021
Lido em parceria com a Editora

"Ele resolveu entrar, sem pensar em que caminho seguir. Apenas se sentou num banco e viajou, viajou, viajou... Passageiros entraram e saíram. Até o motorista e o cobrador terminaram  seus turnos e deram lugar a outros dois profissionais durante o trajeto. Naquela viagem, Santiago permaneceu sendo o único imutável."

Santiago é um jovem que acaba de ingressar na vida acadêmica. Longe da família, ele se vê em outra cidade e agora morando em uma república com mais dois estudantes, Francisco e Augusto. 

Em meio as situações comuns aos universitários, Santiago consegue uma bolsa na biblioteca da Universidade e ainda conhece Vitória, uma jovem atriz de teatro. Mas o inusitado de tudo é a amizade que trava com Nonato, vizinho da república, uma homem idoso, solitário e ranzinza. 

A relação entre os dois não é das melhores, dentro de várias ofensas trocadas, já que Nonato é uma pessoa difícil de lidar. É certo que algo aconteceu ao senhor e isso o deixou devastado ao ponto de se isolar do mundo e de todos. Porém, os dois possuem algo em comum, a música.




Esta é uma narrativa fluída e envolvente. O autor nos mostra um pouco da vida dentro de uma universidade e os relacionamentos que podemos desenvolver neste período. Das dificuldades e desafios, rendendo alguns debates entre Francisco e Augusto.

Santiago foi um personagem que causou um turbilhão de sentimentos. E é neste momento que entra Nonato, podendo fazer toda diferença na vida do rapaz, mesmo que por breves momentos.

A trama é muito bem desenvolvida e traz algumas referências literárias, além da música. Eu me senti envolvida pelas páginas e a única ressalva, é que gostaria de ter um pouco mais de Nonato.

Acredito que o autor fechou a história de forma como seria mesmo, se pensarmos nas realidades da vida, apesar de quebrar meu coração.  Eu recomendo muito esta história para aqueles que gostam de tramas repletas de sentimentos e reflexões. 






Nenhum comentário

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!