[Resenha] Hex

HEX

Autor: Thomas Olde  Heuvelt | Ano: 2018 | Páginas: 368
Editora: DarkSide Books | Skoob


Bem vindo a Black Spring! 

Um pacato vilarejo cercado por uma densa floresta. Cidade pequena que poderia ser considerada calma se não fosse uma ilustre habitante: a bruxa Katherine. Condenada a fogueira há mais de 300 anos, hoje ela vive perambulando pelo lugar e aterrorizando a todos.

Com os olhos e lábios selados e os braços carregando pesados guilhões de tortura sua presença é incomoda. Não se pode dar um passo em falso que de seus lábios saem sussurros que levam ao desejo incontrolável de suicídio. Assim vivem os habitantes da cidade, guardando a sete chaves esse segredo maldito. Ninguém sai e forasteiros são evitados. 

Todos tentam se adequar a presença da bruxa e até mesmo um aplicativo é feito para atualizar a todos sobre seu paradeiro. O esquema utilizado pela população aproxima muito a ficção de um cenário mais atual, o que dá mais agilidade a narrativa.



Tudo corre aparentemente sob controle, mas todos sabem que não é bem assim, a tensão paira no ar e é claro que algo ruim vai acontecer a qualquer momento. A bruxa que já até faz parte do cotidiano da cidade, conforme a narrativa avança, mostra que  na verdade é uma grande ameaça e não somente uma presença incomoda.

E como em toda boa história de maldição, alguém vai mexer onde não deveria...


Isto é o quanto basta para as pessoas mergulharem na insanidade: uma noite a sós consigo mesmas e o que mais temem.




Eu adoro história sobre bruxas e encontrei aqui uma que me surpreendeu muito. Mas não espere algo ágil logo nas primeiras páginas, isso não acontece. HEX foca no cotidiano da cidade, adaptando o leitor aos seus moradores e as personalidades de cada um.


As pessoas acham esperança, consolo ou confiança ao fazer o sinal da cruz ou andar embaixo de escada, assim como você encontra esperança e confiança oferecendo uma flâmula para a bruxa. A magia existe nas mentes daqueles que acreditam nela, não em sua verdadeira influência sobre a realidade.


Conforme a história avança, a narrativa torna-se mais ágil e você consegue perceber que a ameaça não está somente na bruxa. O comportamento humano torna-se também um protagonista da história em frente às adversidades e ao desconhecido.

A conclusão é assustadora...


A escrita do autor é leve, envolvente e ele abusa dos momentos de tensão. A história é narrada em terceira pessoa e podemos conhecer o ponto de vista de vários habitantes da cidade.

É nítido a influência de Stephen King na escrita, seja em detalhes e mesmo no final, onde senti fortemente esse aspecto.

Considerei uma obra inovadora dentro do terror clássico. Ás vezes é melhor ter os olhos vendados a enxergar o que de verdadeiro nos rodeia...







9 comentários

  1. Loucura kkk Gostei de te ler:))
    Bjos
    Votos de uma óptima Noite.

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhhh, o grito que eu dei qndo vi essa resenha!!!! Pq eu estou alucinada pra fazer essa leitura.
    Adorei a forma que vc falou do livro e agora que eu quero ler mesmo. Como pode ne... Sempre tem alguém pra fazer o que não deve em uma situação tensa assim.
    Espero comprar o livro urgente,só não espero passar perto desse vilarejo!
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Suas fotos ficaram incríveis! Eu amei essa resenha, já conhecia esse livro mas não sabia que ele era tão bom! Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Menina até eu que não curto terror quero ler esse livro depois da sua resenha. Se na Black eu comprar algum livro será da dark. Amei demais essas fotos, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Esperava mais dessa história, mas ela me surpreendeu em vários momentos, não posso negar. Aqui temos mais uma história que mostra que na verdade o mal está nos vivos e não em mortos ou assombrações. Linda foto!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro mas achei a premissa bem interessante. Ainda mais por trazer bruxa e segredos de um vilarejo. Com certeza instiga o leitor a querer saber tudo o que aconteceu. Achei as fotos incríveis bem assustadoras. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Adoro histórias sobre bruxas e gostei muito de saber que você se surpreendeu muito com esta. Gostei bastante do que contou aqui, sobre a proposta da obra e a narrativa. Imagino mesmo, que ter esse esquema usado pela população, deve aproximar mais a ficção de um cenário mais atual, contribuindo para a agilizar a narrativa. Ainda não conhecia essa obra da Darkside, e adorei conhecer. Fiquei curiosa e muito intrigada para ler. Realmente, toda maldição tem alguém que mexe com o que não devia. Haha

    ResponderExcluir
  9. Estou lendo tantas resenhas ótimas sobre o gênero terror que estou ansiosa para conhecer mais obras do gênero o problema é que sou medrosa e me impressiono fácil kkkkkk mas adorei a sua resenha e tomarei coragem para ler a obra !

    Parabéns pelo trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog leituras de Aruom

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!