14 novembro 2018

[Resenha] Joyland

JOYLAND

Autor: Stephen King | Ano: 2015 | Páginas: 240
Editora: Suma de Letras | Skoob

Oiee!!

Hoje venho com a resenha desse livro que amei!!! Uma leitura bem mais tranquila do mestre King e que eu considerei uma boa para aqueles que ainda não leram nada do autor e gostariam de experimentar.

Joyland é uma leitura leve e com toques de sobrenatural, mistério e alguma diversão também. 

O livro é narrado pelo jovem Devin Jones, de vinte e um anos, que decide em suas férias, trabalhar em um parque de diversões. O que o rapaz não sabia, era o quanto aquele verão mudaria sua vida.


“Quando se tem vinte e um anos, a vida é um mapa rodoviário. Só quando se chega aos vinte e cinco, mais ou menos, é que se começa a desconfiar que estávamos olhando para o mapa de cabeça para baixo, e apenas aos quarenta temos certeza absoluta disso. Quando se chega aos sessenta, vai por mim, já se está completamente perdido.” 


Logo no início encontramos Devin devastado e com ideias suicidas após ter sido abandonado por sua namorada. 



Em busca de alguns trocados, ele começa a trabalhar temporariamente em Joyland, um parque de diversões fixo em uma cidade praiana, Heaven's Bay, na Carolina do Norte. Assim, descobre que um dos brinquedos guarda uma história trágica.

O Horror House, uma espécie de trem fantasma, foi o local do assassinato da jovem Linda Gray alguns anos atrás. E diz a lenda que seu espírito ainda assombra o local.

Não demora muito, Devin embarca em sua própria investigação, e nesse ínterim, ele conhece Mike, um garotinho com uma doença grave e um dom muito especial. 


“[...] Mas várias pessoas também mencionaram que a garota que viram de pé ao lado do trilho estava usando uma faixa de cabelo azul, e isso não estava nos artigos do jornal. Seguraram essa informação por quase um ano na esperança de usar com um suspeito, se encontrassem algum.”


Joyland é um dos livros mais curtos do autor e um dos mais leves que li. Uma história com uma pitada sobrenatural, cheia de mistério, sentimentos e um toque de humor também. Dev é um personagem carismático, que mesmo em face de alguma melancolia, conquista o leitor.

O ambiente também é muito legal, o parque de diversões, as histórias, onde tudo parece mágico, ou era pra ser, há um elemento sombrio. 



Mesmo em tão poucas páginas King nos suga para dentro da história, o mistério que envolve a morte de Linda e a investigação feita por Dev e seus amigos prende página a página, e apesar, que eu tenha desconfiado do assassino, fiquei hipnotizada até o final.

Não só pela revelação do autor do crime, mas também por outros fatos, afinal, Joyland não traz somente o mistério do assassinato da jovem, mas também histórias dos personagens, amor, amizade e amadurecimento.

Joyland foi uma das melhores leituras que fiz do autor, é intenso, misterioso e apaixonante! King mais uma vez me conquistou com sua escrita envolvente e nada cansativa. E esse, garanto, é muito diferente e difícil de não gostar!


“Um pequeno conselho: não se aventure na roda-gigante em uma noite chuvosa.”

Alguém já leu? O que achou?



9 comentários:

  1. Resenha muito boa... Adorei

    Hoje com: Trilhos da Solidão

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada do King, mas tenho vontade, só que sou CAGONA PACAS. Para você ter uma ideia, fiquei muito impressionada com O Cão dos Baskerville, do Arthur Conan, que não tinha nada de terror. Vou tentar ler esse, qualquer coisa coloco ele no congelador :)

    ResponderExcluir
  3. Esse livro esta na minha lista, justamente por ser um livro mais "tranquilo". Do King já li It, a Coisa...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Ei! Tudo bem?
    Tenho o livro há algum tempo na minha estante, mas não tive a oportunidade de começar a lê-lo. Sua resenha me contagiou e não vejo a hora de começar a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Gosto tanto desse livro! Se bem que sou suspeita pra falar, porque ainda não li nada do King que eu não tenha gostado. Realmente é uma leitura bem leve se comparada a outras obras dele, mas nem por isso menos interessante. O Dev é um personagem muito querido e todo o ambiente em que se passa o livro, o parque de diversões, me deu uma sensação de nostalgia. Dizer que eu fiquei presa a história é até desnecessário, porque a escrita do King sempre me prende. E eu nem de longe descobri quem era o assassino!

    ResponderExcluir
  6. Os quotes estão um arraso! Ainda não li nada de King, confesso! Mas tenho feito um preparatório com vocês, minhas parcerias que são fãs e tão bem divulgam as obras esse mestre! Como estou entrando mais a fundo no mundo da escrita, comprei "Sobre a Escrita", pois sei que terei muita a prender com ele! Acho que está bom para começar! rsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Fernanda.
    Amei suas fotos, prinmeiramente.
    Eu estou cada vez mais lendo Stephen King e em breve planejo ler essa obra. Gostei muitissimo da sinopse. Nunca tinha parado para ler e agora só percebo o quanto preciso realizar a leitura.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  8. Quando li o título eu já sorri! mana eu AMEI demais esse livro! Quero dormir abraçadinha com ele!
    Que narrativa cativante, Dev é um fofo tão lindo que até quando faz bobagem a gente quer abraçar e dizer que tá tudo bem!
    Eu não suspeitei nadinha do culpado e fiquei mega chocada, principalmente depois do dia especial! Que absurdo!
    Foi um dos melhores livros da minha vida e com certeza lerei mais vezes!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. King é King, né? Ainda não li esse livro, mas quero muito! Achei bacana o cenário ser num parque de diversos e trazer um tom macabro e sobrenatural. No momento to lendo um livro do autor também, O iluminado, quero tentar ler mais e mais do King porque to apaixonada pela escrita dele. *-*

    Beijos,
    Isa
    taglibraryisa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo