07 outubro 2018

[Resenha] Seis Anos Depois

SEIS ANOS DEPOIS

Autor: Harlan Coben | Ano: 2014 | Páginas: 272
Editora: Arqueiro | Skoob


Olá!!

Hoje trago para vocês a resenha de Seis Anos Depois, de Harlan Coben!

"Prometa que vai nos deixar em paz."

Essa foi a última frase que Jake Fisher escutou da mulher da sua vida no dia em que a viu casar com outro. 

E por seis anos Jake cumpriu sua promessa. Porém, ao ver o obituário de Todd, marido de Natalie, ele resolve deixar para trás sua palavra e ir atrás de seu grande amor. Já que por todos esses anos, apesar da distância, ele jamais a esqueceu.

"Faria o que Natalie me pedira. Iria deixá-la em paz. Pensaria nela todos os dias, mas nunca telefonaria, não tentaria me aproximar nem a procuraria on-line. Manteria a promessa. Por seis anos."

O que ocorre é que Natalie simplesmente sumiu, sem deixar rastros.


Jake é professor de Ciência Política e conheceu Natalie Avery em um retiro, onde se apaixonaram perdidamente. Porém, do nada,  ela rompe com ele dizendo que vai se casar com um ex-namorado.

Não acreditando, Jake vai até o casamento e confirma que realmente perdeu Natalie. E,  ainda por cima, ela pede para que ele nunca mais a procure.

Só que, agora com o assassinato brutal de Todd, ele precisa encontrar Natalie e descobrir o que realmente ocorreu.

"Na televisão, o detetive sempre volta à cena do crime. Ou, pensando bem, talvez seja o criminoso que faz isso. Não importa. Eu estava num beco sem saída, então tive a ideia de voltar ao lugar onde tudo começara."



Com uma narrativa fluída, a história começa a se desenvolver atiçando a curiosidade do leitor pelas muitas perguntas feitas pelo personagem.

E o que deixa a narrativa mais eletrizante é que ao invés de serem respondidas, outras questões começam a aparecer, gerando várias pistas com as quais somos convidados a juntar todas as peças e tentar entender o que realmente aconteceu com Natalie.


"- Você sabe o que é ter esperança, Jake? [...] É a coisa mais cruel do mundo. A morte é melhor. Quando se morre, a dor para."


Harlan soube dosar uma história instigante e bem intrincada, com uma dose certa de adrenalina e suspense.  Conforme a história avança vamos conhecendo os fatos, os personagens e o presente e o passado se mostram ligados. 

E, além de tudo, temos uma grande história de amor, que nem o tempo e os fatos, puderam apagar.

O final é altamente satisfatório e mais uma vez tiro o chapéu para a maestria do autor de dar um nó na mente do leitor, trazer à tona inúmeras questões, segredos e por fim, mostrar todas as respostas esperadas.

Tá certo que sou muito suspeita para falar do autor, mas leia e vai ver que não exagero!



4 comentários:

  1. Eu adoro os livros do Harlan Coben. Gosto como ele mistura investigação, suspense e ação, gosto dos momentos de tirar o fôlego e das reviravoltas. Mas esse foi um dos que eu menos gostei. Achei a história meio fraca e um até um pouco previsível. Admito que fiquei bem decepcionada, porque até então tinha gostado de todos os livros dele. Fiquei pensando que era porque ele escrevia sempre do mesmo jeito, mas aí depois desse li outros dois dele e gostei tanto quanto dos anteriores. Meu problema foi só com esse mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom :)) Adorei.


    Hoje: O teu odor de Galanteador

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda - Feira.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é maravilhoso!Gosto do clima do livro, das histórias, das escritas...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Adoro os livros do Coben, esse ainda não li, mas pretendo e agora que li sua resenha, minha curiosidade ficou mais aguçada, despertando mais interesse. Parabéns pela ótima resenha.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo