02 abril 2018

[Resenha] Origem

ORIGEM - ROBERT LANGDON #5

Autor: Dan Brown | Ano: 2017 | Páginas: 432
Editora: Arqueiro | Adicionar ao Skoob




De onde viemos? Para onde vamos? 

Origem é o quinto livro da série protagonizada pelo professor de simbologia Robert Langdon e a trama se desenrola em torno de uma grande descoberta feita pelo futurólogo e cientista em informática, Edmond Kirsch. 

Edmond é amigo e ex-aluno de Langdon e promete que sua descoberta irá mudar o futuro da ciência e das religiões. 

"A fé, por sua própria definição, exige colocarmos nossa confiança em algo que é invisível e indefinível, aceitando como fato uma coisa para a qual não existe prova empírica." 

Robert Langdon é um dos convidados no Museu Guggenheim de Bilbao para estar na apresentação da grande revelação de Edmond. O professor, sem entender muito bem, é guiado por uma inteligência artificial criada por Kirsch. Só que durante o evento, ele é avisado pela máquina que a apresentação será sabotada. A partir daí a grande noite se transforma em um caos total e a fabulosa descoberta feita por Kirsch pode ser perdida para sempre. 



Agora cabe a Langdon, junto com Ambra Vidal, diretora do museu e futura rainha da Espanha, a revelação do segredo para o mundo. Para tanto, eles terão que enfrentar uma corrida contra o tempo, enquanto fogem de um grupo misterioso que está disposto a tudo para que a revelação não seja feita. 

"Os que não conseguem se lembrar do passado, estão condenados a repeti-lo." 

A obra apresenta um tema interessante e inteligente misturando religião e ciência, mas em minha opinião, não foi o melhor da série. Devo admitir que o começo é meio lento e pode ser um pouco cansativo para alguns, só após alguns capítulos dá uma engrenada. 



E como já é característica do autor, a descrição de obras de artes e os pontos turísticos da cidade onde se passa trama, no caso, a Espanha é um dos pontos altos da narrativa. Sem deixar de lado a crítica à religião e ao extremismo religioso feitos por Dan. A sensação que deu foi que Origem se manteve mais em focar na discrição de locais e no mistério do que na ação em si. 

"Nada é inventado já que está escrito primeiro na natureza, A originalidade consiste em volta à origem."

Gostei da leitura, apesar de não ter me prendido e instigado tanto quanto aos outros livros da série, Anjos e Demônios continua a ser meu favorito. As questões levantadas dentro da trama são interessantes e faz pensar no papel da tecnologia e da própria religião em nossas vidas. O quanto estamos dependentes dessas máquinas e o quanto nossa vida gira em torno dessas tecnologias. 

Quanto à edição, está bem caprichada e a capa eu gostei bastante. Diagramação perfeita e a fonte em um tamanho ideal para uma leitura agradável. 

Enfim, mesmo não sendo tão impactante, é uma leitura válida, principalmente para os que curtem um mistério, conspirações e intrigas.


6 comentários:

  1. Oi Fê
    Eu só li os dois primeiros livros do Dan Brown. Gostei, mas confesso que não são meus livros preferidos. Meu marido curte bem mais que eu.
    Li varias resenhas comentando como você, que este não é tão interessante quanto os anteriores.
    Gostei muito do post e das fotos
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clauo, obrigada!
      Esse, realmente, não foi tão interessante como os outros para mim, mas vale a leitura mesmo assim.

      Excluir
  2. Eu li esse livro recentemente e pra mim é o mais fraco do Dan Brown. Eu gosto muito das descrições dos locais e obras de arte que o autor faz em seus livros, mas nesse achei que ficou um pouco cansativo. Também esperava um pouco mais de ação, como você mencionou. Também achei que faltou um pouco de "mistério" no sentido de que o Langdon é um professor de simbologia, e não me apareceu que esse conhecimento dele foi tão aproveitado nesse livro quanto nos anteriores. Além disso, logo no começo eu consegui descobrir quem era o assassino, então o final pra mim foi bem previsível e até um pouco decepcionante. E eu estou com você, meu livro preferido dele é Anjos e Demônios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju!
      Uma pena que também não foi legal para você, parece que essa opinião foi de muitos. Esperava mais.

      Excluir
  3. Oi Fê!
    Esse livro pipocou tanto que eu estava esperando bastante dele, vim ver a resenha porque estava bem curiosa e, faz tempo que eu não leio nada do Dan Brown. Li O Código da Vici, Anjos e Demônios e o outro acho que foi Fortaleza Digital (ahaha nem tenho certeza mais se foi esse último mesmo ou algum outro dele... kkk).
    Achei que a premissa da história é muito boa, como você colocou e sempre gosto dos questionamentos que ele faz, mas, ao mesmo tempo, fiquei com a impressão que é tudo tão trabalhado que, no fim do dia, a vida na Terra permanecerá a mesma... rsrsrs
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk verdade, no fim tudo fica na mesma, rs.

      Excluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo