20 agosto 2017

[Especial Literário] Cora Coralina

Olá meus queridos,

Hoje é um dia muito especial, em que nossa escritora Cora Coralina, nascida em 20 de agosto de 1889, estaria completando 128 anos.




Cora Coralina, pseudônimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas foi uma poetisa e contista, uma das mais importantes escritoras brasileiras.

Pessoa simples e doceira de profissão, teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965. Sua obra é rica em motivos do cotidiano do  interior brasileiro, sobretudo de Goiás, onde nasceu.

Cora tinha apenas os estudos primários, mas mesmo assim, em 1910 teve um de seus contos publicado no Anuário Histórico e Geográfico e Descritivo do Estado de Goiás.


"Se a gente cresce com os golpes duros da vida, também podemos crescer com os toques suaves da alma."

Em 1911, ela fugiu com o advogado Cantídio Tolentino de Figueiredo Bretas para Penápolis, casando-se mais tarde. 

Após o falecimento do marido, Cora mudou-se para São Paulo com seus filhos. Trabalhou como colaboradora para o Jornal O Estado de São Paulo e trabalhou como vendedora na Livraria José Olympio

Em 1938 retornou para Penápolis e abriu uma Casa de Retalhos. E após, 45 anos retornou para sua cidade natal.

"Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende."

Trabalhou como doceira durante muitos anos e assumiu seu lado poetisa, vendendo doces e recitando poesias.

Cora Coralina recebeu o título de Doutor Honoris Causa da UFG e foi eleita com o "Prêmio Juca Pato" da União Brasileira dos Escritores, como intelectual do ano de 1983.

Dentre suas obras: Poemas dos becos de Goiás e estórias mais (1965); Meu livro de cordel (1976); Vintém de cobre (1983).


Fechei os olhos e pedi um favor ao vento,
leve tudo que for desnecessário,
ando cansada de bagagens pesadas
Daqui pra frente,
apenas o que couber no bolso e no coração.


Após sua morte, amigos e parentes criaram a Associação Casa de Cora Coralina, entidade mantenedora do Museu Casa de Cora Coralina, que foi inaugurado em 20 de agosto de 1989, data dos 100 anos de nascimento da poetisa.





Beijinhos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo