17 julho 2017

[Resenha] A Guerra que Salvou a Minha Vida

A GUERRA QUE SALVOU A MINHA VIDA
Autora: Kimberly Brubaker Bradley
Editora: DarkSide Books
Ano: 2017
Páginas: 240
Skoob

Sinopse: Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando.
Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.
Kimberly Brubaker Bradley consegue ir muito além do que se convencionou chamar “história de superação”. Seu livro é um registro emocional e historicamente preciso sobre a Segunda Guerra Mundial. E de como os grandes conflitos armados afetam a vida de milhões de inocentes, mesmo longe dos campos de batalha. No caso da pequena Ada, a guerra começou dentro de casa.
Essa é uma das belas surpresas do livro: mostrar a guerra pelos olhos de uma menina, e não pelo ponto de vista de um soldado, que enfrenta a fome e a necessidade de abandonar seu lar. Assim como a protagonista, milhares de crianças precisaram deixar a família em Londres na esperança de escapar dos horrores dos bombardeios.




Olá!!


Hoje vou falar sobre um livro muito especial para mim. Eu gosto muito de leituras com a temática da Segunda Guerra Mundial, mas A Guerra que Salvou Minha Vida, foi além de um livro forte no tema e simplesmente tomou meu coração.


O livro conta a história de Ada, uma menina com aproximadamente 10 anos de idade, que nasceu com um dos pés torto. Com essa "deformação", a qual sua mãe considera uma aberração e uma vergonha, ela sofre maus tratos e nunca pode sair de casa.

Quando a Segunda Guerra começa, as crianças são evacuadas de Londres, e Ada vê nisso uma oportunidade de fugir dessa realidade tão cruel. Junto com seu irmão mais novo, Jamie, os dois partem para o interior da Inglaterra, com a esperança de uma vida melhor.


"Estávamos livres. Da Mãe, das bombas do Hitler, da minha prisão no apartamento. De tudo. Doidice ou não, eu estava livre."



Em sua nova casa temporária, eles ficarão aos cuidados de Susan e ela diz a princípio que não é uma boa pessoa. O que acontece é que Susan passou por um momento difícil em sua vida e não se encontra preparada para abrigar e cuidar de duas crianças em sua casa.

A convivência entre as duas crianças e Susan passa por diversos estágios. De um lado temos uma mulher solitária e um pouco anti-social, e de outro lado, temos duas crianças que pouco sabem o que é um convívio familiar, principalmente Ada, que jamais teve um gesto de carinho de sua mãe.

E é ai que teremos todo desenvolvimento desse relacionamento que é de arrebentar o coração!



A Guerra que Salvou minha Vida também traz partes do cenário de Guerra da época, com bombardeios, medos e toda incerteza de quem vive em um país em guerra. Mas, apesar de tudo isso, uma guerra que pode acabar sendo a libertação de Ada.

Ada teve sua própria guerra pessoal, além da deficiência, a rejeição da mãe e os maus tratos sofridos, tudo isso acabou a deixando em um mundo fechado, com muita dificuldade de acreditar que alguém pudesse amá-la do jeito que era. 


"Existe guerra de tudo quanto é tipo."

Gostei muito do livro, por tratar um momento tão difícil da história e ao mesmo tempo a história de Ada e todo seu desenvolvimento durante esse período.

E por ser narrado pela própria Ada, conseguimos entrar mais em seu mundo, saber seus pensamentos, suas angústias e seus anseios.

A autora, apesar da temática forte, conseguiu dar leveza à narrativa, tornando-a fluída e leve. Um livro comovente, com uma história de força, superação e amor. Os personagens são apaixonantes demais.



Com certeza entrou para os meus favoritos, eu já imaginava uma história encantadora, mas conseguiu superar minhas expectativas, foi além do que imaginava. Aqueceu minha alma e meu coração!



"Enfim compreendi qual era a minha luta e por que eu guerreava".

Não posso deixar de citar a beleza que está a Edição, tanto externamente como internamente, um trabalho muito carinhoso da Editora. Perfeita!

E o que mais posso dizer é que leiam e se emocionem!

Até a próxima,



17 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar em alguns stories do meu instagram literário, mas amei saber mais a respeito ❤ sou apaixonada em livros sobre a segunda guerra mundial, esse provavelmente deve ser muito maravilhoso. Fico imaginando Ada tão nova tendo que passar por tudo isso pelo seu pé! Ansiosa pra saber o que acontece quando vai para o inteiror. E essa capa? Muito amor envolvido ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thay
      Também gosto de livros sobre a segunda guerra, e esse o bom é que é tão leve, apesar da temática forte. A capa é maravilhosa!!

      Excluir
  2. Ahh quero tanto ler esse livro! Várias pessoas comentam tão bem dele e a cada resenha que eu leio a vontade aumenta! Adoro dramas, inclusive envolvendo Guerra Mundial. Infelizmente não o comprei no Amazon Day, perdi essa oportunidade. ;-; Mas ainda vou comprar!
    Beijos, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda, vão ter outras oportunidades e não deixe de ler. Maravilhoso!

      Excluir
  3. Olá, eu quero muito ler esse livro todos falam que é emocionante. E eu quero ler mais livros que se passem na segunda guerra.

    ResponderExcluir
  4. Desde a primeira resenha que li desse livro me apaixonei!
    Essa garotinha parece tão forte e já prevejo muita emoção nessa leitura!
    Que bom que gostou Fê!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Ada é linda demais e sua história é de emocionar.

      Excluir
  5. Oi, Fê! Tudo bem?

    Eu estou louca para ler esse livro. Quero muito comprar e às vezes me pego arrependida por não ter comprado no Amazon Day. Amo livro com temáticas de Segunda Guerra Mundial, mas essa obra parece muito mais interessante, diferente e tocante por ser narrada de uma maneira que normalmente os autores não narram quando estão falando sobre guerra. Ada parece uma personagem incrível que vai fazer com que esse livro fique muito mais especial. Ahh! Amei sua resenha e agora estou com mais vontade de ler haha

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cecília, obrigada!!
      Esse é maravilhoso demais e eu super recomendo, não deixe de ler.

      Excluir
  6. Oi, Fê!

    Quanto tempo eu não aparecia por aqui, me peguei vagando pelo blog, adoro seu cantinho. Está de parabéns, viu? Em relação à resenha, já conhecia a premissa e havia amado a capa, curti muito as citações que você disponibilizou e eu realmente gostaria muito de realizar essa leitura :D Parece incrível!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha. Quero ler ese livro desde que lançou, mas achei tão caro. Consegui um desconto bom na Saraiva e comprei essa semana. Agora é só chegar 😀

    ResponderExcluir
  8. Eu já ouvi muito falar desse livro, e sua resenha garota, fez eu querer sair correndo e comprar em alguma livraria.

    http://livrosrabiscando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ei Fê, amo visitar seu blog, tão gostoso de olhar pra ele, as cores não cansam.
    Enfim, eu estou louca pra ler esse livro, até hoje não vi ninguém falar mal dele.
    Sei que vou me emocionar bastante, só tô esperando o preço diminuir um pouco! Rs

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anne, obrigada pelo carinho <3
      Fica de olho que acaba aparecendo uma promoção.

      Excluir
  10. Olá, tudo bom? :)
    Esse pareceu um livro que vai destruir meu emocional, estou certa? haha Eu gosto muito de histórias com plano de fundo na segunda guerra, pretendo ler esse em breve. Parabens pela resenha!!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: https://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yasmim, obrigada!
      Sim, mexe muito com o emocional, já entre na leitura preparada.
      bjs

      Excluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo