21 julho 2017

[Resenha] Em Águas Sombrias


EM ÁGUAS SOMBRIAS
Autora: Paula Hawkins
Editora: Record
Ano: 2017
Páginas: 364
Skoob


Sinopse: Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás.Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos…
Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.





Jules Abbott nunca imaginou que iria voltar para a casa onde passou sua infância com seus pais e sua irmã mais velha, Nel.

O lugar traz lembranças muito dolorosas para Jules, onde sofreu vários bullying e onde também, após um acontecimento desastroso, ela se afastou de Nel.

Só que agora, com o falecimento repentino e chocante de sua irmã, que deixou uma filha, Jules volta para o seu passado.



Nel tinha obsessão  por um rio de Beckford, mais conhecido como o Poço dos Afogamentos, por várias mulheres que morreram nele. E agora era o lugar onde Nel supostamente cometeu suicídio.

O impacto da morte de Nel é enorme por vários fatores, entre eles, porque antes de sua morte ela estava escrevendo um livro sobre o Poço dos Afogamentos.

"Parte de mim se foi e nem me deixaram vê-la. Não me deixaram segurar sua mão, nem lhe dar um beijo de despedida, nem para lhe dizer que eu sinto muito."

Além disso, muitas coisas vem a tona entre os moradores do lugar, segredos do passado começam a incomodar e com isso surge a questão - Nel realmente se suicidou?



A narração é dividida entre primeira e terceira pessoa e há uma variedade incrível de personalidades, pois não vamos somente saber a respeito da morte de Nel, mas entrar um pouco na história das outras mulheres que também morreram no Poço.

O começo, devido a quantidade de personagens e fatos, pode ser um pouco confuso, eu demorei um pouco para me habituar na história, mas garanto que vale a pena, então se você se sentir assim no início, não desista do livro.


"Era como se ele estivesse em águas profundas tentando agarrar alguma coisa, qualquer coisa, para se salvar. Como se estivesse tentando chegar a uma boia e só alcançasse algas, mas se agarrasse a elas mesmo assim."

Além do momento presente, também vamos ter capítulos do passado, onde Jules relembra sua infância e adolescência e o fato que a distanciou de sua irmã.

Os capítulos são bem curtos, o que deixa a leitura mais dinâmica e a escrita de Paula Hawkins flui bem e é agradável. Essa foi minha segunda experiência com autora e não me decepcionou. Claro que tive minha preferência entre os dois livros, mas como são diferentes entre si, isso é bem relativo.



A autora dedica sua história as "mulheres encrenqueiras", eu não soube encaixar muito bem essa dedicatória com as mulheres do livro, mas creio que seja porque, além do mistério sobre as mortes, seja a história de cada uma delas, mulheres que não se encaixam nos moldes de seu tempo e no julgo dos homens, tornando as assim encrenqueiras que deveriam ser detidas por seus atos.


"... e lá, no topo da página sobre Lauren, em tinta preta grossa, você havia escrito: Beckford não é um local de suicídios. Beckford é um local para se livrar de mulheres encrenqueiras."

Outro ponto que quero salientar é a enorme proximidade dessas personagens com a gente. Pessoas normais, com seus medos, anseios e pontos fracos, além do drama familiar. Fato muito bem trabalhado durante a história.

Enfim, uma história instigante e cheia de mistérios!

A edição está linda, a capa ficou perfeita! Com fonte confortável e páginas amareladas para uma boa leitura.



14 comentários:

  1. Oiii Fê tudo bem?
    Eu realmente não conhecia esse livro e fiquei bem interessada em realizar a leitura, principalmente pelo personagem enfrentar os medos, espero que o desfecho seja fascinante.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Morgs!
      Sim, o desfecho é ótimo. Você vai gostar!

      Excluir
  2. Oiê!!
    Adorei sua resenha! Apresentou o livro de maneira concisa, direta e atraente, parabéns!
    Não conheço essa autora e ainda não tinha lido nada a respeito dessa obra, mas concordo com você: ela parece ser bem instigante mesmo! Gosto muito de narrativas com um quê de mistério e problemas do passado que devem ser resolvidos. Dica anotada!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrea, obrigada!!
      Esse tem muito de coisas do passado e as coisas vão se encaixando. Muito bom!

      Excluir
  3. Fiquei curiosa para saber qual dos livros da autora é seu favorito, pois já li "A garota no trem" e gostei muito, mas este que você resenhou ainda não tive a oportunidade de ler, mas amei a sinopse e fiquei ainda mais instigada com sua resenha.

    https://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lenise

      Eu gostei de ambos, mas na escolha fico com o A Garota no Trem.
      Depois que ler este, volta e me conta qual foi seu favorito. bjs

      Excluir
  4. Oi Fê, ainda não li nada da autora, apesar de ter interesse. Esta mudança de narração e a quantidade de personagens acaba atrapalhando as vezes mesmo, o bom foi que você no final não ficou decepcionada com a leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Oi Fê tudo bem?
    Adoro quando os personagens são bem reais, que dá para ser comparados com pessoas que conhecemos. Eu acho a escrita da autora muito boa e fluida, se levarmos em consideração a Garota no Trem. Gosto de um bom suspense e esse pelo visto já me instigou bastante. Espero ler em breve.
    adorei a sua resenha e as fotos também!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Ainda não tive contato com a escrita da Paula, mas desde que assisti ao filme A garota no trem que quero muito fazer a leitura de ambas as obras.
    A narrativa parece ser bem interessante, já que nos apresenta vários personagens ligados ao poço.
    A obra parece ser bem instigante e a edição com certeza deve deixar muita gente babando (inclusive eu).

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  7. Oi, Fê!
    Vejo comentários mistos desde o primeiro livro da autora, muitos amaram, outros nem tanto, e esse parece ter seguido a mesma vibe, ainda que eu tenha visto mais críticas do que elogios. Com sua resenha, porém, já vejo que a história tem sim um bom potencial e, ainda que não seja tudo isso, se não te decepcionou então jé é uma boa coisa. O fato de ter capítulos curtos e ainda ter personagens humanos, ainda mais as personagens femininas, até que me animam. Minha lista de leitura atual já está bem cheia, mas se surgir uma vaga depois, vou pensar em dar uma chance à Paula Hawkins sim. ;)
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sâmmy
      Verdade, reparei que os dois livros da autora dividiram opiniões, nesses casos acho bom ler e tirar as próprias conclusões.
      Não vou dizer que é dos meus favoritos, mas eu considerei uma boa trama, me prendeu e o final foi satisfatório. Por isso, recomendo!

      Excluir
  8. Olá,
    Ainda não tive nenhum contato com a escrita da autora, mas tenho muita vontade desde que assisti ao filme A garota no trem e que por sinal gostei bastante.
    Fico feliz em saber que os personagens são reais apresentando medos e que tenha achado a trama instigante e cheia de mistérios. Não há dúvidas que a capa é muito bonita.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  9. amo livros do gênero com capítulos curtos, me deixam ansiosa por saber o que vem a seguir e a premissa dele já me deixou curiosa... espero ter a chance de ler...
    bjs... ^^

    ResponderExcluir
  10. Eu também acho a capa lindíssima, mas a ideia desse livro... tantas narrações... me deixa meio receosa. pois eu tenho um grau de dislexia que me faz confundir tudo. Já li algumas resenhas MUITO negativas, o que não foi o caso dessa, e a cada resenha eu fico curiosa. Ah, eu também amo livros com capítulos curtinhos :)

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo