08 maio 2017

[Resenha] Horror na Colina de Darrington


HORROR NA COLINA DE DARRINGTON
Autor: M. V. Barcelos
Editora: Novo Século 
Ano: 2015
Páginas: 112
Skoob
Sinopse: Você acredita em fantasmas? Ben Simons é um rapaz órfão de 17 anos que vai para a casa dos tios ajudar a cuidar de sua priminha Carla após a tia ter sofrido um derrame. Apesar da infeliz situação de tia Julia, Benjamin esperava que a Colina de Darrington fosse um lugar de certa tranquilidade. O que encontra, porém, é uma trama de terror e sangue, cujo único propósito é a conquista de um poder absoluto e inimaginável por meio de forças malignas. A casa esconde segredos terríveis e sombrios. Conheça os caminhos mais tortuosos da mente humana e descubra até que ponto alguém chega para salvar a vida de um ente querido neste intrigante amálgama de suspense e terror sobrenatural. Onde termina o inferno e começa a realidade? Junte as peças e descubra. Sem dúvidas, esta é uma história para aqueles que não têm medo do escuro e de todo o mal que nele habita.



Sinistro!


É assim que inicio a resenha de Horror na Colina de Darrington, livro do autor M. V. Barcelos.

Primeira experiência que tenho com Barcelos, dentro de um gênero que adoro, e saio satisfeita.

A sinopse já inicia-se com uma pergunta: Você acredita em fantasmas? Eu posso dizer que não sou descrente de nada, mas após a leitura do livro, não dá pra ser a mesma pessoa. Agora, se você tem medo de leituras assim, aconselho a não ler à noite, pode ter pesadelos rs.



A história gira em torno de Benjamin Simons, órfão, que enfrentará a pior experiência de sua vida.

Após um convite de seu tio Romeu, para passar uma temporada em sua casa, na Colina de Darrington, ele se vê entre a loucura e a realidade.

Sua tia Júlia, sofreu um misterioso derrame e agora está de cama em estado vegetativo. Como Romeu trabalha o dia todo, cabe a Ben, ficar com sua prima Carlinha, a caçula do casal.

Em uma noite, Ben se depara com algo muito estranho. Ele surpreende a priminha a conversar com algo que ele não vê, ou não via até então. Ben começa a ter visões e a passar por momentos assustadores.

"Comecei a sentir meu corpo desfalecer. Minha visão ficou cada vez mais turva e o ar pareceu rarefeito. Mas pude ver com clareza quando diversas formas escuras surgiram das sombras e arrastaram tia Júlia para longe de mim."

À partir daí notícias de jornal e ligações para a polícia são inseridas na história, juntando as peças de um imenso quebra-cabeça de mistério  e coisas sinistras que envolvem a Colina.



Em pouco mais de 100 páginas, o leitor é envolvido pela escrita do autor e a leitura flui de maneira muito rápida. 

Narrado por Ben e só tendo a visão dele sobre os acontecimentos, somos envolvidos em um clima maior ainda de mistério, e a curiosidade para saber o que realmente acontece é grande. Alucinação? Pesadelo real?

"Eu definitivamente não sabia o que fazer. Virei para a janela, e a chuva lá fora, se é que era possível, parecia ainda mais forte. A noite estava tão escura, que meu reflexo ficou nítido na janela e me encarou com um olhar desolado."

Horror na Colina de Darrington tem uma trama que deixa o leitor preso, com ingredientes eletrizantes, angustiantes e assustadores. O segredo por trás de tudo foi uma boa sacada do autor também, de tirar o fôlego e aguçar nossa imaginação.

Com relação a edição, confesso que é uma das mais interessantes que tenho na estante. A capa dá bem o tom do clima sinistro da história. Por dentro, as folhas mesclam entre o preto e o acinzentado, o que transporta mais ainda para o macabro. A diagramação está incrível e muito bem feita. Adorei!!



E essa não é a edição mais recente e, pelo que pude apurar, a atual está mais bonita ainda. Então imagina!

"Quando paramos para observar todas as provações que vivemos diariamente, raramente nos imaginamos em uma situação extrema. Geralmente, achamos que o máximo de perigo que vivemos em um dia será pegar uma tempestade sem estar de capa ou guarda-chuva, ou perder a carteira."

Recomendo para todos que curtem um bom horror!

7 comentários:

  1. Fê!
    Já tive oportunidade de ler esse livro e achei bem macabro mesmo, embora acredite em fantasmas e nessas corporações do mal.
    Achei que os textos jornalísticos deram grande realidade ao livro.
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. que medo sou mais de romance este deve ser bom mesmo

    ResponderExcluir
  3. Eu sou bem medrosa!! e já fiquei com medo de ter pesadelos só pela resenha!! Parece uma ótima história!!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Fê tudo bem?
    Que livro sensacional! Estou com ele na minha lista faz meses mas ainda não tive a oportunidade de ler. Depois de ler essa resenha fiquei doida querendo comprá-lo o mais rápido possível. Gosto de livros de terror e acho que não teria problemas com as partes macabras (acho!)
    Parabéns pela resenha bem detalhada!
    beijinhos!
    http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei as fotos e o post, esse livro sem dúvidas eu leria! Adoro o gênero e a edição parece muito boa também. Ótima indicação :D

    Um beijão, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros na pegada horror. Amei a capa do livro e a sua resenha ajudou a imaginação ir longe..quero muito ler!!

    www.doceestranheza.com.br

    ResponderExcluir
  7. Só a capa já me deixou com medo (brincadeira kkk). Eu sempre gostei muito de terror, seja em livros ou filmes, então acho que eu gostaria de ler (só não leio livros assim à noite de jeito nenhum kkk). Beijos.
    www.v3rsosdaalma.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo